Projeto Jovens Escritoras: Dicas para quem deseja escrever um livro

sábado, maio 25, 2013




          Essa postagem é uma das postagens que eu sempre procurei em outros blogs quando eu procurava por dicas de escrita, só que eu nunca encontrava; Hoje, tendo descobrido á maioria delas sozinha, e a outra parte lendo livros, eu compartilho o que aprendi com vocês. 



Organize todas as suas ideias para o livro e as escreva em algum lugar, afinal você não vai lembrar delas o tempo todo, e você pode acabar perdendo ideias preciosas. Eu aconselho que você compre um caderno, ou uma caderneta pequena, onde você pode acessar suas ideias facilmente. Outro bom lugar para escrever essas ideias, é nas notas do celular. O único problema é que com o tempo, as notas só vão se acumulando e depois encontrar a que você deseja vai ser um pouco complicado. Então, a antiga técnica do caderninho é a mais aconselhada por mim. 




 Use bastante metáforas e comparações para descrever os detalhes das cenas e as ações, pois é isso que realmente embeleza a escrita do seu livro. Essas figuras de linguagem irão dar um caráter mais bonito em seu livro, além de tornar a narração menos objetiva, do tipo: "Eu me levanto, eu penteio os meus cabelos, eu pisco, eu olho ao redor." 
Um exemplo de como você pode fazer em seu livro: 






Sou uma pedra. Uma estátua. Um movimento congelado no tempo. Gelo não sente absolutamente nada.
 - Fragmento de Estilhaça-me, Tahereh Mafi.







Detalhe o máximo que você conseguir da cena em sua cabeça. Lembre-se que no primeiro instante, seus leitores não vão imaginar exatamente aquilo que passou em sua cabeça. Então, descreva bastante o cenário, as ações dos personagens, e as aparências dos personagens o máximo. Deixe bem claro as feições físicas, como cor de cabelos, olhos, e lembre isso á todo instante. Por exemplo: Eu passo a mão em meus cabelos negros; Eu olho os olhos dele cor de mar. E quando você for descrever o cenário, descreva as coisas ao redor e até o clima, para o leitor se sentir mais inserido na história. Lembre-se: Um livro de verdade, faz você se sentir dentro dele. 





      Diferencie a forma de conversar dos seus personagens. Eles são pessoas, e pessoas possuem personalidades diferentes, então deixe isso claro. Se o personagem for uma criança, coloque as falas dela, como uma criança fala, ou se o personagem for uma mãe, descreva o amor e a doçura da voz. Esses pequenos detalhes são importantes, a) para seu leitor saber reconhecer quem está falando sem você precisar falar toda hora quem é, e b) para tornar á história mais próxima da realidade. 






  No decorrer da narração, tente diferenciar o máximo as conjunções ligando as orações. Não dá para ficar colocando sempre os mesmos tempo.
Por exemplo:

Ele é legal, mas ás vezes ele parece uma pessoa diferente. E eu olho para ele algumas vezes, mas ele sequer olha para mim.

Se você ficar colocando toda hora o "mas", a leitura acaba ficando muito objetiva e cansativa, tente alternar com porém, entretanto, e outros termos. Leia aqui sobre conjunções e orações coordenadas para você aperfeiçoar isso. 




 E a última dica, porém pequena, mas não menos importante: Preste atenção nas aulas de português, pois ela vai ser sua melhor amiga. 









              Espero que tenham gostado das dicas, e que realmente tenham ajudado vocês. Não deixem de comentar se está dando certo, e expor suas dúvidas, eu vou adorar responde-las. ^^ Beijos, e boas leituras. 

Você também vai amar:

2 comentários

  1. Ótimas dicas para quem, assim como eu, está interessado em escrever um livro. Eu escrevo desde 2010 (quanto tinha 12 anos), comecei por pequenas frases e agora já escrevo textos e até tenho uma web série (em parceria com uma amiga). Se quiserem dar uma olhada na web: http://genteachoquefodeu.tumblr.com
    e meu blog pessoal com minhas autorias: http://profundar-se.tumblr.com/tagged/meus.
    Obrigado e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, e muito bom seus textos ( )

      Excluir



Subscribe