Resenha de Estilhaça-me, Tahereh Mafi

domingo, maio 26, 2013


        
         Estilhaça-me - Shatter me, titulo original - é o primeiro livro da trilogia de mesmo nome, escrito pela norte-americana Tahereh Mafi. O livro foi publicado no Brasil pela editora Novo conceito, em 2012 e atualmente já está na quarta impressão. 

        Juliette, a personagem-narradora do livro, está presa á 264 dias, em uma espécie de hospício onde seus pais á lançaram por causa de seu dom. 264 dias sem nenhum contato humano, enquanto uma guerra se alastra do lado e fora, destruindo tudo. O dom de Juliette impede que as pessoas a toquem, ou se fizerem tal ato, a consequência será a morte; Esse dom, faz com que a personagem se aceite como um monstro, uma aberração, uma assassina. Certo dia, Juliette recebe um companheiro de cela, depois de muito tempo tempo á companhia de apenas um caderno e uma caneta quebrada, e ele muda o rumo da história de Juliette com completo.


Tentei tanto consertar o que eu tinha estragado. Tentei todo santo dia ser o que eles queriam. Tentei o tempo todo ser melhor, mas de fato nunca soube como. Somente agora sei que os cientistas estão errados.

       Eu, a cada nova palavra que eu lia, eu vibrava de animação. Eu fiquei muito apaixonada pela escrita desse livro, e o meu exemplar está todo grifado e com páginas dobradas; A forma de narração é completamente perfeita, onde, durante as páginas iniciais, Juliette se sente louca, e a forma como ela narra o livro, passa isso. Ela risca palavras que ela gostaria de ter tido, ou pensamentos banidos, ela pensa em coisas obscuras, e até a forma de narrar realmente passa a ideia de louca. E o que mais me encantou foi que, a medida que Juliette vai se sentindo mais "normal", a forma de narração também muda. Muitas outros pessoas que leram esse livro, não entenderam essa ideia que Mafi queria passar em seu livro, e isso fez com que o livro pegasse a fama de ter um começo ruim, mas não é realmente assim. Ele apenas retrata a loucura de Juliette, e com o decorrer essa loucura vai melhorando. O amor retratado nesse livro, é muito puro e lindo, e me causou suspiros. Não é aquele romance meloso que dá até nojo de lermos, mas é um amor repleto de paixão, desejo e carinho.

        Estilhaça-me nos faz sentir íntimos dos personagens, principalmente na mente de Juliette, e não apenas intrusos na história. O vilão meu Deus, esse vilão...     é uma dos vilões mais sedutores que eu já conheci; Warner é o tipo de pessoa que eu amaria odiar; Ele é completamente atraente, jovem, e dominador, de acordo com as perspectivas de Juliette, e seu propósito é simples: Tornar Juliette em uma arma de matar. Além dele possuir algo que chama atenção, causa espanto e perguntas, em Juliette, e aposto que em você também. Eu mal conseguia fechar o livro, apenas curiosa para entender porquê que ele podia "isso".  

   Para o segundo livro, eu espero que ele esclareça mais as coisas que "deixaram no ar" no primeiro livro; Eu estou totalmente envolvida na história, e em sua complexidade. Eu indico o livro se você curtir distópicos, livros de ficção, aventura e um romance mais picante. 


Haverá um pássaro hoje. Ele será branco com listras de ouro igual a uma coroa sobre sua cabeça. Ele voará. Haverá um pássaro hoje. Ele será branco com listras de ouro igual á uma coroa sobre sua cabeça. Ele voará. 

       

Você também vai amar:

4 comentários

  1. muito bom, também fiquei com vontade de ler o livro! http://c-onfidencial.tumblr.com/tagged/texto :)

    ResponderExcluir
  2. Hummm, tô pensando em ganhar esse de Natal, eim!

    ResponderExcluir
  3. Hummm, tô pensando em ganhar esse de Natal, eim!

    ResponderExcluir
  4. Hummm, tô pensando em ganhar esse de Natal, eim!

    ResponderExcluir

Subscribe