Resenha de Querido John - Nicholas Sparks

sexta-feira, maio 31, 2013



       Querido John é mais um dos lindos romances escrito pelo  lindo  Nicholas Sparks; O primeiro volume foi publicado em 2006 pela editora americana Hachette Book Group, enquanto no Brasil foi pela editora Novo Conceito em 2010. A capa da 12º impressão é a capa do filme de mesmo novo, que ao final falarei sobre ele.

     John Tyree é um renomado soldado norte-americano; Ele, sem expectativa nenhuma de sua própria vida, decide se alistar no exército depois de se formar no ensino médio. Ele deseja dedicar-se totalmente ao seu país, porém, esses ideais mudam quando ele conhece Savannah Lynn durante uma de suas licenças. A atração logo é retribuída por Savannah, e cresce tão rápido, que em pouco tempo se torna em amor. Savannah se sente disposta á esperar seu amado John concluir seu trabalho militar. Eles vivem um amor á distância, se correspondendo apenas por meio de cartas numeradas e longas. Porém, John tem que fazer uma grande escolha: Continuar lutando por seu país durante um ataque terrorista, ou correr para os braços  de Savannah de uma vez por todas. 

     O livro me fez suspirar em cada página. A história de amor de John e Savannah é muito impressionante e Nicholas Sparks sabe realmente como tocar em nossos corações apenas com silabas. Os encontros de John com Savannah são tão bonitos que eu os reli inúmeras vezes; Tim é um amigo completamente fiel á Savannah, e eu também me apaixonei por ele, admito.

    Querido John, como eu disse, ele possui uma versão cinematográfica. As diferenças entre o livro e o filme - sempre presentes - são inúmeras. Savannah possui uma fisionomia completamente diferente no filme, no livro ela é morena, enquanto no filme ela é representada pela loira Amanda seyfried. No livro, Savannah não mora na mesma cidade que John, e sim, ela está nessa cidade porque está trabalhando de voluntária em um projeto que consiste em construir casa para pessoas necessitadas. No livro, Alan é irmão de Tim e não filho e logo, Tim é mais novo do que é retratado no filme. O filme perdeu bastante a essência bonita do livro, porém ele não deixa de ser encantador de sua maneira. 

Veja o trailer do filme:




     

Você também vai amar:

0 comentários



Subscribe