#5 Entre verbos - Eu não tenho cola, coração.

domingo, julho 21, 2013

           in my mind, there is only eternal beauty.


       Coração, porque tão quebrado, porém tão vivo? Não se acostumou ainda a cair no chão e se ver envolto por cada um de seus pedaços ensaguentados? Sua cina insaciável de bater, ainda que no chão, não fará com que você abre os olhos e veja que você não se passa de mais de um de seus pedaços. Coração, porque ainda quer reunir seus pedaços mortos? Não vê que eles já foram varridos para algum canto qualquer, de qualquer sala que seja? Não viu que eles não batem mais, e que você, apenas você ,coração, que insiste?  Você já não é mais o que muitas vezes costumava ser, e o sangue, o sangue já foi derramado em três poças diferentes, em três lugares distintos. 

         Eu não tenho cola para te emprestar, coração. Não me peça mais isso. Eu me cansei de ouvir seus apelos em meio á agonia, e depois ir de encontro á ela como se fosse um cavalo de carrossel. Porque você gosta de ficar rodando sem direção alguma, de assistir o mundo rodar por fora, enquanto você continua parado do lado de dentro. Porque você gosta de continuar batendo, e girando, e gritando, e sangrando e se partindo para qualquer nova pessoa que insiste em dizer que você é belo. E talvez você seja, ou talvez nem tanto assim.  

Você também vai amar:

0 comentários

Subscribe