#Desabafo: "Me sinto sozinha"

domingo, outubro 20, 2013

Tumblr


Hoje eu fiquei muito feliz, porque tinha recebido, depois de muito tempo, mais um e-mail com o assunto "desabafos", e eu fiquei muito feliz em saber que alguém confiava em mim, em meus conselhos e que eu poderia ajudar alguém. Então, eu me deparei com o e-mail da S. Sophie, cujo tema era "solidão".

 S. Sophie, 14 anos, Rio de Janeiro
 É muito difícil conseguir estar perto de pessoas que não me entendem, me sinto sozinha todo o tempo. Meus pais sempre brigam por coisas tão bobas e desnecessárias. Meus amigos, até aqueles que estão sempre comigo, eu percebo que eles realmente não estão ali comigo de verdade; Me sinto sozinha em meio a um monte de gente, não tenho mais forças nem para dar minha opinião em uma conversa cotidiana, porque eu sei que eles não vão concordar e ainda por cima vão  julgar e criticar tudo o que eu falar, tudo o que eu sou por dentro e tudo que eu penso. Estou sempre destacada de todos e de tudo, não consigo encontrar um lugar em que eu realmente sinta paz, e me sinta bem com os que estão a minha volta.

Sinto raiva, mas não demostro. Meus sentimentos são muito escondidos. Eu prefiro a frieza porque dói menos na presença dos outros e eles me respeitam mais, mas no fundo toda estratégia que eu encontro para não sofrer, eu sofro mais ainda. Tenho vontade de encontrar a primeira estrada, o primeiro caminho, e andar sem rumo, largar tudo e todos pra trás, porque eu sei que aquela garota que vivia triste no meio de todos e que disfarçava essa tristeza muito bem, vai fazer falta , claro. Mas as pessoas só dão valor quando perdem, e eu ultimamente não ligo para o valor que elas dão ou não. O que eu preciso realmente é me sentir bem, em paz, com meus sonhos insanos de que eu não irei mais sentir essa dor, de que eu realmente vou encontrar a verdadeira felicidade, sem julgamentos, sem olhares, sonhando com um mundo que me entendesse melhor ou que ao menos respeitassem minhas escolhas. Como se vive em mundo em que até o seu silencio incomoda? Ser forte, é o que eles falam. Coragem, tudo passa. Conselhos em vão em que só o que eu preciso é um rumo e paz no meu coração.

 Resposta do desabafo
Como você mesma disse, o que você precisa é de um rumo, para, enfim, ter paz no seu coração. Eu sei, mais que qualquer outra pessoa, que encontrar esse rumo é difícil e pode parecer impossível, mas você precisa tentar encontrar ele. Ele, simplesmente, não vai aparecer na sua frente, você precisa procurar e encontrar ele. Eu, por exemplo, encontrei o meu rumo em escrever aquilo que eu sentia, e eu percebia que aquilo aos poucos ia me fazendo bem... Então, o que eu te aconselho fazer é tentar encontrar algo que você goste de fazer, para aquilo se tornar seu refúgio. Tenta cantar, tocar algum instrumento, desenhar, ler, ou até mesmo escrever, com alguma coisa você vai se identificar no final. 

Sobre o fato de você não conseguir se misturar com as pessoas e se sentir deslocada, é comum para mim também. Mas, nós devemos prestar atenção em uma coisa: Já que todo mundo se afasta de mim, será que não sou eu que estou afastando elas? Depois que eu passei a pensar dessa maneira, eu percebi que automaticamente eu afastava as pessoas de mim, sem ao menos dar uma chance para elas, e hoje eu sei como lidar mais com isso. Eu sei que algumas pessoas - okay, muitas - não valem a pena, mas você precisa, ás vezes, dar uma chance. O fato de você agir, atrairá formas iguais. Então, se você agir indiferente com o mundo todo, o mundo todo vai agir indiferente com você. Mas se você, por acaso, começar a sorrir, você vai ver que alguns sorrisos virarão em sua direção. Muitos deles não serão reais, mas com o tempo você descobre quais são e quais não são.

E, enfim, sobre os seus pais brigarem sem motivo: Um dia os meus pais estavam discutindo, exatamente no dia do aniversário de casamento deles. Foi uma briga feia mesmo. Então, eu peguei um papel, cortei em forma de coração e colei no espelho. O papel dizia: "Diga para ele(a) que o ama, porque se arrependerá das vezes que não disse, quando não puder mais dizer.". E eu percebi que aquele pequeno gesto, pequeno mesmo comparado com a briga deles, fez eles acalmarem e no final do dia eles estavam bem de novo. Então, tenta colocar algumas coisas assim espalhadas pela casa, em lugares que você sabe que eles vão ver. Eles vão perceber que você se importa com o casamento deles, e que não vai ser uma briga assim que vai destruir a família de vocês. 

 Dicas para você que passa pelos mesmos problemas:

  1. Tente se focar mais naquilo que você gosta e se sente bem fazendo.
  2. Não se importe muito com a forma com que as pessoas te olham, e lembre-se: As pessoas são apenas espelhos de nós mesmos. Então, reveja suas ações sempre.
  3. Se seus pais discutem muito, tente fazer as surpresinhas que eu comentei no texto. Vai ser muito importante para seus pais, que eles não estão fazendo apenas uma "mudança" na vida deles, e que você como filho(a) se importa e também será afetado.

Então é isso, gatinhos  Espero que eu tenha ajudado mais pessoas além da S. Sophie. Beijos, e tenham uma boa noite.


Você também vai amar:

3 comentários

  1. Amei o seu blog, estou te seguindo! ♥

    ResponderExcluir
  2. O importante é não se culpar por tudo o que está acontecendo à sua volta. Adorei tanto o desabafo super sincero e quanto o conselho do blog, parabéns.
    Beijos.

    http://amparoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada por tudo , seus conselhos foram muito úteis pra mim (: saiba que oq vc faz ajuda muitas pessoas ... costumo dar conselhos tbm , mais eles n servem mto pra mim .. e agora procuro focar em escrever meus livros de ficção.. obrigada (:

      Excluir



Subscribe