Filme VS livro: Divergente

sábado, abril 19, 2014

fourtris

    Eu acabei de chegar do cinema e tive que vir aqui escrever para vocês *w* Algumas pessoas já me perguntaram se eu vi o filme, e o que eu achei dele, então resolvi escrever essa pequena resenha agora, - assim como eu fiz de Em chamas - para eu não esquecer dos pequenos detalhes que eu fui observando durante o filme. OBS: Isso aqui pode ter alguns spoilers, mas se você já leu o livro, não tem nada que você não saiba.

    Bom, o filme começa mostrando a grande cerca que "protege" as pessoas que vivem nas facções e com a Tris narrando a forma de governo, e explicando o sistema das facções. Isso foi algo que eu não tinha pensando, mas que seria fundamental para explicar tudo no filme; As pessoas que iriam ver o filme sem nunca ter lido o livro, nunca iriam entender como as facções são divididas e essa explicação ajudou muito nisso, além de ter sido bem impactante, eu tenho que admitir. E, cara, eu quase morri quando eu ouvi a voz dublada da Tris *o* Era a voz da Katara (de Avatar: A lenda de Aang - sim, sou apaixonada por Avatar e pela Katara)♥ ♥ É meio muito estranho, todo filme que eu vejo e eu gosto da personagem principal ela tem a voz da Katara. Okay, mas isso não vem ao caso kkk Enfim... Logo em seguida, a cena vai direto para a primeira cena do livro: Quando a mãe da Tris está cortando os cabelos dela, e deixa que ela se olhe no espelho. Assim, as história vai seguindo em frente na mesma ordem que acontece no livro.

     O figurino do filme foi muito bem planejado, e as características das facções foram bem enfatizadas e representadas. A seriedade e simplicidade da Abnegação estava realmente passando aquela ideia de humildade, e a rebeldia da Audácia passava muita energia. O cenário também é outra coisa que não ficou para trás. Passava mesmo aquela ideia de destruição, e de mundo pós apocalíptico, tudo destruído, mas com a tecnologia presente em todos distópicos. E por fim, mas o mais perfeito de todos: A trilha sonora. Música foi um fator presente durante todo o filme, e isso deixava as cenas ainda mais fortes do que elas realmente eram. Eu tinha assistido uma entrevista em que a Ellie Goulding dizia que em Divergente a todo momento a voz dele apareceria fazendo pequenos sons, e isso realmente esteve presente. Hora ou outra você percebe a voz da Ellie ao fundo fazendo algum barulhinho suave junto com instrumentos, e isso faz com que você se sinta dentro daquele cenário todo destruído e sujo.

       Agora, vou falar um pouco sobre os personagens *w* A Shailene soube muito bem interpretar a Tris. Ela mostrou realmente aquele curiosidade que a Tris possui com suas expressões, e dava para ver nos olhos dela que ela queria passar coragem e indignação, e ela conseguiu. Eu já apostava na Shailene para esse papel, (e aposto também como Hazel em A culpa é das estrelas) e ela só conseguiu me admirar ainda mais. Shailene ganhou meu coração ~w~

      O Theo gostoso James estava simplesmente perfeito como Quatro/Tobias (Minha mãe se apaixonou por ele kkkk); Ele conseguiu passar toda aquela seriedade desafiadora que o Quatro possui, além de demonstrar toda a força que ele possui para esconder sua fragilidade. As cenas entre Tris e Tobias são perfeitas e lindas, eles combinam muito e souberam muito bem como colocar aquela essência do livro. Não preciso nem falar que eu estou apaixonada pelo Theo, e ainda mais apaixonada pelo Tobias.

divergent

       Christina ficou meio de lado, e não mostrou muito a amizade dela com Tris. Na verdade, não mostrou muito a amizade de Tris com ninguém. A morte de Al, para você ter ideia, nem foi tão impactante assim, porque ele quase nem apareceu no filme. Não passou as partes em que ele se mostrava amigo da Tris, e nem que gostava dela. Então, a morte dele foi simples demais. Eu esperava mais disso. O Will, aquele que Tris mata no final e que é namorado da Christina, fica sendo quase que apenas mais um amiguinho também. Não mostra que ele e Christina estão juntos, e ele não parece com o personagem que a Veronica narrou. A Veronica narra alguém negro, e o Will é branco - Eu quando vi, não identifiquei ele, só soube quando ele se apresentou. Já a Jeanine estava p-e-r-f-e-i-t-a. Ela passava toda aquela arrogância da erudição, e aquela fragilidade e maldade. Depois de um bom tempo que eu percebi que ela é a Rose de Titanic .-. Só caiu a ficha quando notei a verruguinha na bochecha dela, e lembrei que já tinha visto aquele rosto em algum lugar - ela ficou muito diferente kk

       O filme cortou muitas cenas, como eu disse. Não mostrou os vínculos que Tris construiu, e nem mostrou muito Peter e sua gangue implicando com ela. Realmente faltou esses detalhes. E Tris no filme só fez a tatuagem dos corvos, e não as das facções que ela tem nos braços (okay, não me lembro se ela faz essa tatuagem em Divergente ou Insurgente, mas se foi em Divergente, no filme não apareceu essa cena.) E sobre a tatuagem de corvos, nem explicou o que elas significam. Outra coisa que também não apareceu foi a parte que a mãe de Tris pede que ela fale com Caleb para que ele pesquise sobre o soro da simulação. Uma coisa diferente foi aquele jogo de caça bandeira deles. No livro eles usam armas de paintball e tinta mesmo, enquanto no filme, o conteúdo da arma é um dardo que simula a dor de um tiro de verdade. Uma parte que eu gostei foi quando a Christina estava falando da sua simulação do medo (Sim, as cenas de simulações ficaram muito detalhadas e perfeitas também) e ela disse: "ah, e eu estava coberto daqueles insetos." e falando que eles eram horríveis e tal. E eu ri baixinho no cinema, porque eu sabia - nós sabemos - que esses insetos na verdade são as borboletas que ela tanto tem medo.

      Bom, as demais cenas que apareceram foram perfeitas. As cenas de lutas foram muito bem treinadas, e ficaram ótimas. A luta final entre Tobias e a Tris, quando ele está sendo controlado, é tão "ooow". A minha cena preferida foi a da tirolesa *----* Essa cena ficou simplesmente de tirar o folego. Só vendo para entender.

      Então é isso pessoal. Essa é a minha opinião sobre o filme, e sim, vale a pena assistir, você não vai passar raiva, vai apenas se apaixonar ainda mais por Divergente ♥

     

Você também vai amar:

4 comentários

  1. Sempre leio o livro antes de ver o filme porque sempre o filme corta partes
    http://meninasperfeitas01.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O flime ficou minto, muito bom !!! me surpreendeu bastante .... Na realidade achei o flime melhor do que o livo .

    ResponderExcluir
  3. Nossa eu achei o flime muito bom.... na realidade achei o flime melhor do que o livo,o flime me surpreendeu bastante.

    ResponderExcluir
  4. parabéns pelo blog, tudo aqui e fantastico amei.

    E adorei o jeito como você interpretou o filme..

    a minha parte favorita do filme tambem é a da tirolesa é tudo muito intenso...

    Estou lendo um caso perdido.. indico!

    ResponderExcluir



Subscribe