#28 Entreverbos - Nossos 20 anos

domingo, agosto 03, 2014


blob. | via Tumblr
    Sim, são 20 anos; Não são 20 dias, 20 semanas, 20 horas ou 2 meses, mas sim, 20 anos. Porque o mundo é tão grande e tem tanta gente no mundo, tantos outros casais que se relacionam por mais tempo, mas que sequer experimentaram algo tão forte. Acho que é para poucos, com certeza é para poucos. É o tipo de coisa escolhida a dedo e que ninguém sabe explicar como ou porque. Simplesmente acontece e nós simplesmente vivemos cada momento. É uma conexão rara que eu nunca senti com nenhuma outra pessoa. Daquela forma nossa de completar frases, traduzir olhares, corresponder desejos mesmo que esses não sejam pedidos, e daquela forma simples, natural, sem esforço nenhum que nós conhecemos. 

   E hoje eu sai. Eu estava andando e analisando as pessoas e pensando, sempre pensando, no que aquilo tudo poderia se relacionar com nós dois. Eu procurava uma solução para os nossos problemas, para as confusões que nós estamos sempre nos enfiando. Porque o que temos de conexão nós temos, proporcionalmente, em habilidade para gerar problemas; Mas esses nossos problemas são bons, qualquer coisa ao seu lado gera um sentimento bom. Você é um sentimento bom.

     Mas, voltando... (Claro, não poderia faltar e enrolei de propósito só pra colocar isso, você sabe.) Eu fiquei olhando alguns casais na rua e não vi ninguém que se parecesse com nós dois; Sim, eu sei, ninguém é igual a ninguém, mas sentimentos são sempre sentimentos independente das pessoas. Eu fiquei procurando o dia todo por alguma forma de sentimento que se parecesse com a que sentimos. Tentei amizade, fiquei olhando para amigos, mas eles riam de mais e se olhavam de menos, e como você sabe, nós nos olhamos mais do que o permitido. Então, eu tentei, familiaridade, fiquei olhando para famílias conversando animadas, mas sempre ficava uma pessoa excluída ou elas não se entendiam, e como você sabe, nós nos entendemos mais do que é possível entender e não suportamos nos ignorar. Então, eu tentei, apenas suportação... Fiquei analisando pessoas que apenas se suportavam e conversam por obrigação e encontrei o que eu sinto por você. (haushaus' opa) Tá bom, você sabe que isso aqui passa longe de apenas "suportação", é uma obrigação, virou necessário conversar com você, e é até suportável, meio irritante, mas suportável. (haushaus não seria nós dois sem provocação). Mas é algo além disso, de necessidade. Então, eu tentei amor. Vi alguns casais, como eu disse, mas nada parecia tão forte, tão palpável, tão real como nós somos.

      Sabe... Eu não quero definir o que é isso. Porque eu tenho o sentimento, mas não tenho um nome e é meio que se eu encontrasse o nome, eu perderia o sentimento, e não quero perder o sentimento. Posso perder o nome disso, o meu nome, o seu, tudo que vem junto com o nome e o sobrenome, qualquer bem que eu tenho e que eu viria a ter, mas perder esse sentimento não. Porque ele alimenta, alegra, preenche, e enche, e me protege de tudo, cuida de mim, e eu não quero perder esse sentimento. Com ele, com você, é como se não precisasse de mais nada. Nada é necessário tendo isso. Você entende? Sim, você entende. Você sempre entende. Você sempre entende porque é exatamente o que você diria também.

     Meu maior desejo é que isso continue e acredito que seja o seu também. Porque mesmo a gente brigando, a gente ri e se entende, e mesmo que eu esteja naqueles meus piores dias, você aparece e me salva, assim como quando você está desmoronando, e eu sorrio, e você se reconstrói. Porque isso é doce, é forte e é nosso. Porque nada - e aqui entra qualquer coisa: O tempo, as situações, a distância, as proibições, as palavras, até a morte - nem ninguém - e aqui entra qualquer pessoa. -. Nem nós mesmos - E essa é a parte mais forte: Nós sabemos que nem nós mesmos conseguimos nos separar um do outro; Nós já tentamos e não conseguimos. E é isso... Simplesmente isso. Nada nem ninguém. E nossos três números preferidos em francês. Nosso eterno a, du, trua. Perfeito e eterno.



Você também vai amar:

0 comentários

Subscribe