Resenha do filme A esperança

quinta-feira, dezembro 11, 2014




             oooi pessoal *--* Até que enfim eu consegui um tempinho para ver A esperança. Como segunda-feira foi feriado em BH, eu pude ir no cinema e assistir ♥ Claro que se eu pudesse eu teria ido logo na estréia, mas como não deu, tive que me segurar. Bom, durante o filme todo eu fiquei fazendo notas mentais do que eu falaria com vocês (E acho que vou começar a levar um caderninho pro cinema, porque depois que chego em casa eu não lembro nem metade haushauhsu')

             Não é segredo que eu sou uma grande fã de THG, e que acompanho a trilogia desde quando ela era apenas livros que ninguém conhecia de um estilo chamado distópico que era igualmente desconhecido. Para assistir Em chamas ano passado, eu re-li o livro para poder analisar melhor para vocês e comparar o filme com o livro. Mas em A esperança eu resolvi fazer diferente. Eu escolhi não reler o livro, e ver se as partes mais marcantes que ficaram marcadas na minha mente estariam no filme ou não. Então, vamos começar com a análise *-*

             O filme começa com Katniss encolhida em algum lugar isolado no Distrito 13, repetindo aquela frase que todos fãs conhecem "Eu me chamo Katniss Everdeen, eu participei dos jogos vorazes, eu escapei..." e que ela diz para não enlouquecer. Pelo o que eu lembrava do livro, ele começava com Katniss dos destroços do D12 e repete isso no meio das cinzas do seu antigo distrito. Bom, então, ela é encontrada por Haymitch que diz coisas para confortá-la e que ela precisa sair dali.

             A parte em que Katniss vai visitar o D12 é um pouco mais para frente, e ela vai sozinha, andando pelos destroços até que ela encontra os cadáveres das pessoas, e desmorona por completo. Essa parte continua tão intensa quanto foi no livro, e mostrou toda aquela dor da Katniss, nos fazendo capazes de lembrar exatamente o que ela pensava no livro, que tudo aquilo era culpa dela e se ela não tivesse feito o que fez no Massacre aquilo não aconteceria. Depois dessa cena marcante, Katniss vai para a Aldeia dos vitoriosos, onde ela morava com a família, Peeta e Haymitch, e vai visitar a sua casa. Lá ela pega algumas ervas da mãe, o porta-retrato com a foto do pai e quem ela encontra? Sim, Buttercup shaushaus'



             Uma coisa que eu acho meio irônica na trilogia/saga dos filmes é que eles cortaram a Madge - Filha do prefeito, que dá o tordo para a Catnip - mas deixaram o Buttercup. Claro que Buttercup tem lá seu charme (e o gato do livro não se parece nem um pouco com o gato limpinho e de raça do filme), mas com certeza Madge é mais importante para a história e ela não tomaria muito o tempo do filme, assim como o Buttercup não toma. (Fico curiosa para saber que desfecho amoroso o filme trará para o Gale sem a Madge hasuhsaus) Mas continuando... Enquanto Katniss caminha pela casa, ela encontra um vaso com flores brancas, simbolo do presidente Snow. E ela sabe que ele esteve ali, e esperava por ela.
        

           Presidente Snow continuou presente nesse filme, assim como nos outros, mostrando a perspectiva do outro lado que nós não tínhamos no livro. Mostrava como ele reagia aos ataques, como ele pensava em como agir perante as coisas que a Katniss fazia e uma parte que eu achei perfeita (pequena e simples, mas perfeita) foi a cena com a neta do Snow. Vocês se lembram dela? Ela apareceu no Em chamas, peguntando ao avó Snow se ela algum dia teria um amor como o de Katniss e Peeta, e Snow responde em ironia que claro que ela teria. E em outra cena ela diz que ela usa a trança de Katniss porque todo mundo está usando. Se lembram, não é?  Então, em A esperança ela aparece novamente. Snow está em sua sala, ouvindo notícias dos ataques rebeldes de Katniss e a neta ouve. Quando ela ouve, ela abaixa os olhos e começa a desfazer a trança inspirada em Katniss que ela usava. Como eu disse, é bem simples, mas eu adorei essa pequena participação e mostrou que Katniss era um símbolo e inspiração para todos.

           Outra cena perfeita foi quando Katniss aceitou em ser o tordo e eles começaram a fazer os comerciais com ela. Em primeiro momento eles queriam gravar com ela no estúdio, e essa parte é engraçda no filme, porque, bom, vocês conhecem a Katniss hausahus' Até que Haymitch dá a ideia de mandá-la para o combate de verdade, e sem pensar duas vezes, ela aceita. Então, eles vão para o D8, onde está aquele hospital de feridos que Katniss vai visitar.


     
           Nós sabemos pelo livro que foi nesse momento que Katniss escolheu de vez lutar pelas pessoas e ser a mockingjay deles e ela confirma por palavras no filme quando um garoto pergunta para ela se ela vai lutar por eles. A cena do hospital foi uma das cenas mais lindas do filme e sem dúvidas uma cena que ficou na cabeça de todo mundo. Eles simplesmente não tiveram pudores em mostrar realmente os feridos da guerra e de como a guerra consegue ser cruel. Em seguida, Katniss recebe a notícia que vão bombardear o hospital e ela corre para tentar salvá-los. Nessa parte tem uma das cenas de combate que eu mais admiro, em que Katniss e Gale vão juntos para um lugar alto e veem os aerodeslizadores vindo em direção ao prédio e Katniss grita para que eles usem a técnica de caçar patos, em que ela atira em alguns e Gale nos outros. Bom, só que no filme ela simplesmente não diz nada, o que me deixou naquele clima, já esperando uma fala, mas nada acontece. Eles apenas atiram, e pronto, os aerodeslizadores caem.


       
           Só que os esforços de Katniss não foram suficientes, e o hospital é bombardeado mesmo assim, e todos são mortos. Sim sim, é nessa cena que tem uma das frases mais famosas da trilogia. (Claro, perdendo apenas pelas frases do Snow) Katniss ao ver tudo pegando fogo ela fica desnorteada e a garota da equipe que está a filmando pede para ela dar um recado para o Snow, e Katniss diz a grande frase: "Você está vendo, a bandeira também está queimando. Se nós queimarmos, você queima conosco." Ficou exatamente como eu esperava para o filme, com toda aquela intensidade e raiva da Katniss que não poderia faltar.

           Outra cena marcante e que todo fã esperou ou que espera ver é a parte da Hanging tree / àrvore do enforcamento. Essa cena é quando Katniss e sua equipe saem do D13 e vão para um lugar aberto, e o Avoux da equipe pede para que ela cante depois de mockingjay aparecer. A música já era perfeita, agora, imagina Jennifer cantando ela? *o* Infelizmente eu vi o filme dublado, e por favor, não comentam esse erro. Vocês sabem que a tradução da música não rima nem um pouco e fica muito estranha de cantar, enquanto a versão original em inglês tem todo aquele tom sombrio. Katniss vai cantando, e o filme vai passando cenas de resistência dos rebeldes. Cenas deles indo contra e matando os pacificadores e em seguida, a cena dos rebeldes explodindo a represa e acabando com a energia elétrica da Capital. Aah a cara do Snow é perfeita quando acaba a luz na mansão dele shaushuas'

           Bom, agora que eu já falei de todas as cenas marcantes, vamos falar das entre linhas do filme. Tirando essas cenas que eu mencionei eu achei o resto do filme um pouco fraco. Eu senti falta daquela ação constante dos outros filmes em que Katniss não tinha calma nenhuma. Acho que por o filme ter acontecido o resto dentro do D13, e vocês sabem como lá tudo é cinza e escuro, eu não achei interessante. Além disso, eles não explicaram quase nada do que que é na verdade o D13 e simplesmente apareceram lá. Não explicaram como eles se reconstruíram, não mencionaram a divisão de tarefas tatuadas no braço e nem nada do tipo, o que deu uma falta ainda maior. Nesse quesito, o filme foi falho.

           Eu ficava curiosa em saber em que parte que o filme ia acabar, e eles simplesmente escolheram a parte mais perfeita: Quando o Peeta é resgatado. A ação das cenas em que eles resgatam Peeta são surpreendentes, e nessa cena, Katniss conversa com Snow. E sim, é nessa cena que Snow diz a frase mais marcante "São as coisa que mais amamos, que mais nos destroem". Quando Katniss recebe a notícia de que Peeta foi resgatado, ela corre para ver ele e ela vê como ele está todo machucado, e como ele foi torturado. Nessa cena também aparece a Johanna (que não tinha aparecido hora nenhuma) e Amy (que corre para os braços de Finnick)



           E então, acontece aquela cena em que todos nós ficamos de boca aberta, que é quando Peeta quase mata Katniss enforcada. O filme acaba com Katniss olhando por uma janelinha, Peeta se debatendo na maca.

           Eu não poderia deixar de falar da Coin, certo? Coin era simplesmente perfeita e linda. Eu não imaginava ela muito daquele jeito, mas a Coin do filme superou a Coin da minha mente. Ela é fria, calculista, e você consegue imaginar perfeitamente ela em um conflito de igual a igual com o Snow. A presença dela só me deixou ainda mais curiosa para ver as cenas da Parte II e saber como é que essa história vai acabar nas telas.



      E então pessoal, vocês já viram o filme? E o que vocês acharam? Deixe a sua opinião e não se esqueçam de seguir a fã-page do blog e se inscrever no canal ♥ ♥


Você também vai amar:

2 comentários

  1. Eu li os livros ano passado e confesso que gostei mas são um pouco violentos demais para mim, hahah :P
    Vi o filme e gostei bastante, achei que seria bem diferente e me surpreendeu ^^

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  2. Amore,
    Ta rolando uma competição de LOOKs NATALINOS na comunidade de moda ALLANI
    link - > http://allani.com.br/concurso/1

    Conheça as ferramentas free de criar looks com os produtos das melhores marcas do momento, facilita MUITO o trabalho de blogs na hora de postar inspirações e tendências !

    Quem ganhar a competição vai ficar em destaque na nossa homepage que tem mais de 10.000 visitantes por dia!

    Meu blog - > www.popday.com.br
    Rede social de moda - > www.allani.com.br

    ResponderExcluir

Subscribe