Dicas para escritores #1: Como começar?

terça-feira, junho 23, 2015

Carpetas / Portadocumentos Pony Brown. V2freak.com

ooi pessoas e calendárinhos   a @queenbbey_ do instagram pediu para que eu voltasse com essas dicas para escritores e era uma tag tão boa que eu resolvi mesmo voltar mesmo com ela (na verdade eu nem sei porque parei); Então, os próximos três posts serão re-post, mas vou dar uma upadinha neles. Melhorando algumas partes e dando mais algumas dicas que eu aprendi desde quando postei os posts originais (até porque já vai fazer dois anos que criei essa tag e já aprendi coisa demais hsuahsua)


Como começar a escrever?
Essa postagem é uma das postagens que eu sempre procurei em outros blogs quando eu procurava por dicas de escrita, só que eu nunca encontrava; Hoje, tendo descobrido á maioria delas sozinha, e a outra parte lendo livros, eu compartilho o que aprendi com vocês.

 DICA #1 

cute journals | Tumblr

Organize todas as suas ideias para o livro e as escreva em algum lugar, afinal você não vai lembrar delas o tempo todo, e você pode acabar perdendo ideias preciosas. Eu aconselho que você compre um caderno, ou uma caderneta, onde você pode acessar suas ideias facilmente. Outro bom lugar para escrever essas ideias, é nas notas do celular. O único problema é que com o tempo, as notas só vão se acumulando e depois encontrar a que você deseja vai ser um pouco complicado. Então, a antiga técnica do caderninho é a mais aconselhada por mim.

E uma ideia para depois você encontrar essa ideias fácil é colocar um título. Por exemplo, você teve uma ideia de como os personagem vão dar seu primeiro beijo, aí você coloca "Cena do primeiro beijo dos fulaninhos" e embaixo faz um rascunho das suas ideias. Eu já perdi horas e horas procurando ideias e não quero que passem por isso também, hunf*

 DICA #2 
Use bastante metáforas e comparações para descrever os detalhes das cenas e as ações, pois é isso que realmente embeleza a escrita do seu livro. Essas figuras de linguagem irão dar um caráter mais bonito em seu livro, além de tornar a narração menos objetiva, do tipo: "Eu me levanto, eu penteio os meus cabelos, eu pisco, eu olho ao redor."

 Tia Maidy ensina: 

O que é metáfora e comparação Metáfora é quando você faz uma comparação sem mostrar que está comparando. É falar que algo é algo, sem usar o termo "Como". Exemplo de metáfora: "Eu sou fogueira", exemplo de não-metáfora: "Eu sou como fogueira." Viu que fez uma comparação direta? Essa comparação direta é só comparação. Metáfora é quando você compara sem parecer que está comparando. 

Um exemplo de como você pode fazer em seu livro:

"Sou uma pedra. Uma estátua. Um movimento congelado no tempo.
 Gelo não sente absolutamente nada."

 DICA #3 
Detalhe o máximo que você conseguir da cena em sua cabeça. 



Lembre-se que no primeiro instante, seus leitores não vão imaginar exatamente aquilo que passou em sua cabeça. Nós como escritores ás vezes pecamos porque a cena está em nossa cabeça e esquecemos de narrar os detalhes mais importantes. Lembre: Você vê a cena, seus leitores não, então faça com que eles vejam.

Então, descreva bastante o cenário, as ações dos personagens, e as aparências dos personagens o máximo. Deixe bem claro as feições físicas, como cor de cabelos, olhos, e lembre isso á todo instante. Por exemplo: Eu passo a mão em meus cabelos negros; Eu olho os olhos dele cor de mar. 

E quando você for descrever o cenário, descreva as coisas ao redor e até o clima, para o leitor se sentir mais inserido na história. Lembre-se: Um livro de verdade, faz você se sentir dentro dele.
(cheio de lembretes essa dica huahsuas)

 DICA #4 
Diferencie a forma de conversar dos seus personagens. Eles são pessoas, e pessoas possuem personalidades diferentes, então deixe isso claro. Se o personagem for uma criança, coloque as falas dela, como uma criança fala, ou se o personagem for uma mãe, descreva o amor e a doçura da voz. Esses pequenos detalhes são importantes, a) para seu leitor saber reconhecer quem está falando sem você precisar falar toda hora quem é, e b) para tornar á história mais próxima da realidade.

 DICA #5 
o decorrer da narração, tente diferenciar o máximo as conjunções ligando as orações. Não dá para ficar colocando sempre os mesmos tempo. Por exemplo: Ele é legal, mas ás vezes ele parece uma pessoa diferente. E eu olho para ele algumas vezes, mas ele sequer olha para mim. 

Se você ficar colocando toda hora o "mas", a leitura acaba ficando muito objetiva e cansativa, tente alternar com porém, entretanto, e outros termos.

 DICA #6 
E a última dica, porém pequena, mas não menos importante: Preste atenção nas aulas de português, pois ela vai ser sua melhor amiga.

Então é isso pessoal ♥ Espero que tenham gostado meaw'

 OS OUTROS POSTS DA SÉRIE:



Se inscrevam



Você também vai amar:

1 comentários

  1. Muito obrigada por atender ao meu pedido! Quem quiser dar um pulinho no meu Wattpad é só visitar (http://www.wattpad.com/user/heybbey)

    Obrigada, Yara

    ResponderExcluir

Subscribe