Resenha de Veneno (Saga Encantadas) de Sarah Pinborough

segunda-feira, junho 08, 2015



oooi pessoas e bloquinhos amarelos de post-its (foi a primeira coisa que vi aqui na mesa, não me julguem ahsuahus') Hoje trago para vocês a resenha de um livro que há muuuito tempo eu estava querendo ler, primeiro, por causa dessa capa maravilhosa - sou uma capamaníaca - e segundo, por causa da história prometer contar o lado da vilã, e eu amo vilãs haha ♥

Então, sem mais enrolações, vamos para a nossa resenha ♥

Veneno de Sarah Pinborough


Veneno foi escrito pela Sarah Pinborough e é o primeiro volume da Saga Encantadas, mas não o primeiro livro. Como assim Mai, não é o primeiro livro? :0 Bom, eu explico. Os livros são meio embaralhados na ordem cronológica, cronologicamente, esse livro é o segundo, o último livro é o primeiro da história e por assim vai essa bagunça toda hushausa' Eu ainda não li os outros livros, mas em breve explico melhor essa bagunça para vocês ♥

Bom, como vocês já podem ter percebido pela capa, esse livro reconta a história da Branca de Neve, com uma proposta de contar a história pelo ponto de vista da vilã. Os acontecimentos são os mesmos: Uma princesa inocente que é envenenada pela madrasta má por inveja de sua beleza. Poréeeem, nesse livro a Branca de neve é meio que mimada e a madrasta tem seus motivos para tentar corrigir a futura rainha que não se comporta de modo algum como uma.


Isso que eu contei é meio como o livro deveria ser haha Porém o livro foge muito do que ele promete. A Branca de Neve é sim grande parte do tempo mimada, mas ela é mais bondosa do que mimada e chata, que esquecemos desse ponto de vista que a autora quer passar. A Branca de Neve é completamente selvagem, adora fazer as coisas de homem, como cavalgar e odeia os vestidos apertados (invés de odiá-la, eu a amei por isso haushaus) e a madrasta sente inveja dessa liberdade, rebeldia e selvageria que Branca de neve possui. 

O livro que prometia narrar o ponto de vista da madrasta e mostrar que na verdade a Branca de Neve que caçou tudo aquilo que teve foi meio deixado de lado. A única cena que eu vi que a madrasta foi boa, foi quando ela faz uma maldade com Branca de neve e ela se sente arrependida. Eu esperava mais do livro, esperava que a Branca fosse mais cruel e a Madrasta fosse melhor, mas o livro não representou muito bem isso. 


Por outro lado, apesar do livro não conseguir trazer a tona aquilo que ele prometeu, ele conseguiu ser incrível e me prendeu completamente! A única coisa que eu acho que deveria ser mudado nele é a sinopse, porque essa promessa não cumprida é meio frustante para a leitura. O livro é incrível em sua escrita e faz com que o leitor se sinta dentro daquele mundo encantado e dentro do castelo.

Sem contar o Design dele ♥ o Design da capa é incrivelmente perfeito e o design interno dele nem se fala. É como se fosse aqueles livros antigos de contos de fadas todos decorados e eu me senti roubando um conto de fadas de Once Upon A Time haha ♥


Como eu disse, o livro me decepcionou quanto a sua proposta, porém como livro em si ele é perfeito e eu recomendo muito a leitura. Ah, e ele tem cenas muito fortes. Eu tava conversando sobre esse livro com o pessoal do instagram e até comentei com eles que esse livro era meio um "Cinquenta dos de Branca de neve" haushausahus ' Acho que esse comentário dispensa explicações de porque o livro é pesado, certo? Ele já começa com uma cena de sexo, e isso é recorrente em todo livro (Mas faz parte da realidade que a autora queria colocar dentro do livro, e é isso. Faz parte da trama haushas)


Então pessoal, é isso ♥ Espero que tenham gostado da resenha e em breve vou fazer vídeo resenha sobre ele *-* Beijos, e até a próxima. 



Se inscrevam






Você também vai amar:

1 comentários

  1. Oi, Yara!
    O livro tem uma diagramação perfeita, porém não curti a história.
    Quase abandonei, pra ser sincera. Os personagens não me convenceram principalmente a madrasta. Fico até com o pé atrás com os outros da trilogia.

    Beijos!
    http://asassecretas.blogspot.com.br/2015/06/resenha-elo-imogen-howson.html

    ResponderExcluir

Subscribe