Resenha de Naomi & Ely de David Levithan de Rachel Cohn

quarta-feira, julho 29, 2015


Oooi pessoas e chicletes de hortelã ♥! hoje tem a segunda resenha do dia. Tirei meu final de semana para ler alguns livros pendentes (e ainda falta uma montanha hsuahsuas'), e aqui estou eu trazendo essa resenha fofinha para vocês.  Então vamos logo ler, porque vocês queriam muito saber sobre esse livro haha'


Naomi & Eli de David Levithan e Rachel Cohn


Naomi & Ely (& A lista do não beijo) foi escrito pelo David Levithan, conhecido como um escritor que foca em abordar o homossexualismo em seus livros (vide Will & Will e Garoto beija garoto) e da escritora Rachel Cohn. 

O livro conta a história dos melhores amigos Naomi & Ely, que desde quando nasceram fazem tudo juntos. Naomi é a  típica garota linda que todos os homens desejam, porém ela só quer uma pessoa: O melhor amigo, Ely. Mas ele é a única pessoa que ela não pode ter, porque ele é gay. Naomi, embora tenha um namoro, o Bruce - segundo (porque o ex dela era o Bruce - Primeiro), ela faz de tudo para conquista a atenção de Ely, mas todos os esforços dela são inúteis.

Entre Naomi & Ely existe uma lista de Não Beijo, que é uma lista onde eles colocam os nomes de homens desejados por ambos, e que os dois não podem beijar, para não afetar a amizade deles pelo ciúmes. Porém, toda a amizade do casal cai por terra quando Ely acaba beijando Bruce - segundo (Sim, o namorado hetero de Naomi) e Naomi se sente completamente traída por ambas partes. 



Essa é basicamente a história do livro todo. O livro anda e anda, mas não sai do lugar, e isso me deixou bastante frustrada em relação a história. Como vocês leram, a sinopse teria tudo para ser perfeita e tem uma temática super interessante - É bem comum garotas se apaixonarem por um garoto, e depois descobrirem que ele é gay. 

É um livro que teria tudo para ser surpreendente e uma nova modinha, porém ele te decepciona em vários aspectos. O primeiro deles, é a narrativa. Em cada capítulo, um dos personagens narra o capítulo e são personagens bem aleatórios. É claro que Naomi e Ely narram também, mas tem capítulos que alguns moradores do prédio onde moram narram, e até os Bruces - ex namorados na Naomi - narram. Outra coisa que achei muito confuso, sem sentido nenhum e de certo modo chato, foi que tem muuuitos personagens com os mesmos nomes. Tem dois Robins (um mulher, e um homem) e uns cinco (sim! Cinco!) Bruces. No prédio tem até uma reunião estilo bêbados anônimos para esses Bruces.

Ah, e uma coisa: A Naomi narra com emojis. No meio dos textos dela, invés dela escrever a palavra ela coloca um emoji. Tipo: "Eu tive uma coisa no ♥". E eu achei que ia ser explicado, tipo que ela estaria escrevendo uma graande mensagem de texto narrando a história dela e o do Ely, mas não explicou o motivo disso. E por isso achei isso bem chato, e irritante em grande parte do tempo, porque tinham alguns símbolos que eu realmente não via sentido naquela frase. 


No geral, eu esperava mais do livro. Eu esperava mais dessa história, da narrativa e dos personagens. Mas tudo que conheci foram vários personagens superficiais, e que você mal entende eles por completo. Dou 2 estrelas para esse livro com muita dorzinha no coração :C

Então é isso pessoal, espero que eu tenha respondido as dúvidas de vocês sobre esse livro ♥ Beijos, e até a próxima resenha, nhaw'



Se inscrevam


Você também vai amar:

0 comentários

Subscribe