RESENHA: Rebelde (Reboot #2) de Amy Tintera

sexta-feira, maio 06, 2016










 Título: Rebelde (Reboot #2)
 Autor(a):Amy Tintera
 Gênero(s): Distopia
 Editora: Galera Record
 Lançamento: 2016
 Páginas: 336 páginas
 Nota:      
Wren Connoly acreditou que seu lado humano tivesse ¬ficado para trás no instante em que ela morreu... e voltou à vida como Reboot em surpreendentes 178 minutos. Com uma força extrema e treinada para ser o soldado perfeito, Wren precisou fugir da CRAH, Corporação de Repovoamento e Avanço Humano, para salvar Callum 22, o rapaz que lhe mostrou ser possível ter emoções, compaixão e até amor, sendo Reboot. Após terem escapado da CRAH, Wren e Callum estão prontos para recomeçar a vida em paz, na reserva Reboot. Mas Micah, o Reboot que comanda o local, tem planos malignos em mente: dizimar os humanos da Terra. Micah vem construindo um exército Reboot há anos, e ¬ finalmente está pronto para iniciar ataques às cidades. Agora que fugiram, Wren e Callum precisam decidir se ficam ao lado de Reboots ou se abandonam tudo e vivem longe da guerra. Aos poucos, os dois percebem que só há uma alternativa: precisam se tornar rebeldes.


TAGS LITERÁRIAS: 
 

Rebelde é o segundo livro da maravilhosa Saga Reboot, da Amy Tintera. Se você ainda não conhece Reboot, leia aqui a resenha anterior, para entender melhor esse segundo livro. Lembrando: Apesar de ser o segundo livro da série, não tem nenhum spoiler aqui, então leia sem medo!

No livro anterior, conhecemos a forte, destemida, Wren Connoly, que ficou estranhamente 178 minutos morta. Em Reboot, o mundo foi infestado por uma doença e depois das pessoas morrerem, algumas delas voltam a vida - quanto mais tempo elas ficavam mortas, mas fortes renasciam e mais sem humanidade elas ficavam. Assim, a Wren por ser a que mais ficou morta entre todos, e incrívelmente forte, inteligente e sem sentimentos humanos. Tudo isso dentro dela muda quando ela recebe um novato para treinar: Callum, que ficou apenas 22 minutos morto - nada forte, e ainda com muitos sentimentos.

Sem perceber, Wren já sente uma forte ligação com Callum e está disposta a fazer de tudo para protegê-lo, até lutar contra a CRAH (a instituição onde ela vive e que cuida desses sobre-humanos);



No segundo livro, Callum e Wren estão em um dilema que pode colocar a vida de Callum em risco, e Wren não pensa duas vezes antes de tentar salvar a vida do garoto. Então em um plano quase que suicida, Callum, Wren e outros Reboots fogem da CRAH em busca de um abrigo para Reboot que parece ser a salvação de todos e um paraíso.

Então o livro, mostra o grupo tentando encontrar esse abrigo e eles lutando contra Reboots super perigosos que Wren percebe ser ainda mais fortes do que ela, o que faz certos questionamentos aparecerem em sua cabeça e que a deixa ainda mais com vontade de se rebelar.  A narrativa continua em primeira pessoa, alternando entre Callum e Wren, o que deixou a saga ainda mais maravilhosa! Porque vamos combinar, Callum é simplesmente uma gracinha, né? ♥

Então, no geral, o livro se mostrou uma continuação perfeita e maravilhosa do livro anterior, o que deixou nós fãs, ainda mais sedentos pelo próximo livro e o desfecho dessa história. Você vai sem dúvidas, torcer por Wren nas batalhas, torcer para que Callum termine de amolecer o coração da Wren e que tudo dê certo para todos reboots e humanos normais!

Se você ainda não leu Reboot, sugiro que leia agora, porque esse livro é sensacional! ♥ É uma distopia perfeita e que jájá estará estourando no mundo literário.

ONDE ENCONTRAR:
Amazon | Saraiva

Então é isso pessoal!
Beijos e até a próxima ♥





Você também vai amar:

0 comentários



Subscribe