RESENHA: Talvez um dia de Colleen Hoover

segunda-feira, junho 27, 2016


Quer um livro para destruir seu coração, te fazer de trouxa, te fazer querer largar a leitura, jogar o livro longe, pensar mil coisas na sua vida e pela primeira vez, odiar um protagonista como se ele fosse um vilão? Então, ó, você começou a ler a resenha certa! 






 Título: Talvez um dia
 Autor(a): Colleen Hoover
 Gênero(s): Romance, Drama
 Editora: Galera Record
 Lançamento: 2016
 Páginas: 436 páginas
 Nota:   
Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.

TAGS LITERÁRIAS: 

Uma das coisas que eu menos esperava na minha vida literária seria achar um livro da Colleen Hoover mediano ou ruim; Serio, vamos combinar: A autora é sensacional, me cativou completamente em Nunca Jamais, O lado feio do amor e Caso Perdido, e como sempre, ao ter Talvez um Dia em mãos, já comecei a criar altas expectativas com o livro - que foram todas por água abaixo! No livro, conhecemos Sidney que acredita que está tudo certo em sua vida, até que ela descobre que seu namorado, Hunter, a traia com sua melhor amiga, Tori, bem no dia do seu aniversário. Sidney desesperada, receba a ajuda de seu recente conhecido e vizinho - Ridge - que a aceita morar em seu apartamento, junto com os amigos do moço.

Ridge, então, revela ser surdo e por falta de ouvir, ela não fala, mas apesar disso ele é um maravilhoso músico que toca muito bem violão e Sidney que é estudante de música, se sente apaixonada por ele. Ridge então descobre que Sidney compõe e pede uma de suas músicas - a banda de Ridge adora e Sidney começa a trabalhar com Ridge nas composições, o que faz com que ambos tenham uma paixão enorme um pelo outro. Até aí tudo bem e lindo, né? Só que é só até aqui mesmo.


Por trás dessa faixada super linda que a sinopse nos traz, está o seguinte: Ridge namora uma garota que você como leitor, fica encantado por ela - Maggie é narrada como sendo encantadora, a pessoa mais boa e generosa, ela ama Ridge desde quando eles eram adolescentes e além disso, todas as cenas que ela encontra com Sidney no apartamento ela a trata super bem, enquanto a lindinha da personagem principal fica desejando Ridge e beijando ele as escondidas. Como não odiar a personagem principal nessas condições, tia Colleen? Ainda mais que Sidney foi traída da mesma maneira! Sem contar que a Maggie tem um segredo que te faz sentir ainda mais apaixonada por ela e torcendo para que Ridge acorde!

Ridge, em suas narrações, fala que sente seu coração dividido, mas que prefere magoar Sidney, do que terminar com Maggie - apesar de não deixar de estar apaixonado pela garota e seguir com esse relacionamento as escondidas.

No geral, o livro segue nesse ritmo. Com Ridge + seu coração dividido, tentando lutar contra os sentimentos por Sidney, e te matando de raiva como leitor hahaha  O livro no final te dá um super tapa na cara que realmente doeu lá no coração, além de que achei super desnecessário e uma medida tomada para os personagens principais voltarem a ser os queridinhos da trama (só digo isso, sem spoilers!);


É um livro que vale a pena se você está afim de passar uma raivinha; Mas se você odeia traições, se já viveu isso, eu não te aconselho, porque você vai ficar odiando a Colleen pro restinho da sua vida.

Então é isso pessoal! ♥
Espero que tenham gostado <3
Beijos e até mais!


Você também vai amar:

1 comentários

  1. Oi Maidy, eu quero muito ler esse livro e me recurso ler o ebook! Enquanto isso só fico aqui, lendo as resenhas ( a sua está ótima) e me torturando com isso.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir

Subscribe