RESENHA: Como eu era antes de você de Jojo Moyes

segunda-feira, julho 25, 2016



Oi pessoas e apaixonados por romances! Tudo bem com vocês? Hoje temos a resenha do primeiro livro dessa parceria nova e linda com a Intrínseca <3 O livro de hoje é um livro que todo mundo do mundo literário já ouviu falar e que está todo mundo lendo atualmente. Vamos lá para vocês conhecerem minha opinião, um pouco polêmica, sobre esse livro?





 Título: Como eu era antes de você
 Autor(a): Jojo Moyes
 Gênero(s): Romance, drama
 Editora: Intrínseca
 Lançamento: 2013
 Páginas: 320 páginas
 Nota:    
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.



TAGS LITERÁRIAS: 
 

Como eu era antes de você, da mais nova queridinha dos romances: Jojo Moyes, é um livro de romance e drama, sendo mais drama e quase pouco romance. No livro, conhecemos a diferente Lou, com suas roupas coloridas, cada dia mais criativas e extravagantes, e que sustenta sua casa sozinha com o salário que ganha trabalhando em um café local. Tudo mundo quando ela perde o emprego e se vê obrigada a encontrar outro imediatamente, o que a faz se cruzar com o caminho dos Traynor - uma família extremamente rica, mas extremamente triste.



Lou é contratada pela Sra. Traynor para cuidar de seu filho Will, que aos 35 anos fica preso em uma cadeira de rodas, após ficar tetraplégico em um atropelamento. Will, que tinha uma vida cheia de aventuras, mulheres, riquezas e ostentação, se vê em uma tortura em ter que ser alimentado por alguém, e incapaz de ter a vida que tinha antes, fazendo com que ele seja a pessoa mais ranzinza que Lou poderia querer ao seu lado.

Porém, com seu bom humor e jeito louco, Lou vai cativando Will e sua amizade, mas Lou leva um choque ao descobrir que daqui cerca de 3-4 meses Will irá para uma clínica Suiça cometer suícidio em uma prática parecida com eutanásias veterinárias e ela se vê na missão de nesses 3 meses fazer de tudo para que Will mude de ideia e volte a ter gosto pela vida.

Seu corpo era apenas uma parte do pacote completo, algo para se lidar de vez em quando, em intervalos, antes de voltarmos a conversar. Para mim, tinha se tornado a parte menos interessante dele.

O livro tem uma história fantástica, comovente e que te prende na leitura - não consegui parar de ler, enquanto não o finalizei, além de chorar no final -, mas aqui entra a parte polêmica: Não gostei dele tanto assim e não achei que é o que todo mundo estava falando. É um livro ótimo, disso tenho certeza e não é atoa que virou filme, mas a escrita da Jojo me incomodou demais.



A narrativa é em primeira pessoa, mas parecia que eu estava lendo um livro em terceira pessoa e BEM impessoal. Lou é nossa narradora, mas ela fala pouco sobre seus sentimentos, sensações e ela simplesmente narra o que está acontecendo, você não sente emoção e não sente o que o personagem está sentindo. É quase que Lou fosse a narradora observadora da própria história e isso me incomodou bastante.

Mas os diálogos! Os diálogos compensam essa falta de emoção na narrativa. A emoção e personalidade dos personagens aparecem pelas falas e é impossível não se encantar com o jeito durão do Will, cheio de humor negro, além do jeito alegre e respondão da Lou.



O final é daqueles finais que você não sabe o que sentir. Me senti sem ar, sem fôlego, chorosa, querendo mudar tudo e me deixou muito, mas muito mesmo, abalada. Já quero logo ver o filme, correr para o cinema e conferir antes que saia das telonas ♥

Então é isso pessoal!
Essas foram minhas impressões com a leitura de Como eu era antes de você e espero que tenham gostado! Um beijo e até mais <3


Você também vai amar:

0 comentários



Subscribe