RESENHA: Boa noite de Pam Gonçalves

quarta-feira, novembro 30, 2016



Oi pessoas lindas, tudo bem? 💚 Hoje temos uma resenha lindinha e nacional, de um livro muito amor de uma pessoa mais amor ainda: A booktuber Pam Gonçalves! Boa Noite foi o segundo livro da booktuber, sendo o primeiro livro, uma coletânea de contos dela com outros youtubers. Já em Boa Noite, temos um livro exclusivo da Pam, além de uma história super linda! Vem conhecer mais sobre ele então 😍





 Título: Boa noite
 Autor(a): Pam Gonçalves
 Gênero(s): Romance, Drama, Nacional
 Editora: Galera Record
 Lançamento: 2016
 Páginas: 240 páginas
 Nota:     
Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação — em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números —, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

TAGS LITERÁRIAS: 
   

Em Boa noite, conhecemos a Alina; Alina decide mudar radicalmente quando vai para a faculdade e tem que morar em uma república. Sempre taxada como a mais certinha, estudiosa e o exemplo da família, a garota não quer mais ser esse tipo de pessoa e começa a agir completamente ao contrário do que agiu durante sua vida toda. Alina, então, começa a frequentar festas que ela nunca tinha frequentado, além de começar a beber, zuar e curtir cada vez mais com a vida. Porém, tudo muda quando fofocas da faculdade e da própria personagem começam a vazar na internet, virando o mundo de Alina de pernas para o ar. Alina se vê perdida com suas novas escolhas e se vê na necessidade de encarar de frente esses novos problemas.

Sobre a escrita da Pam, ela é super leve de se ler, com um humor presente, bem parecida com a escrita de Sarah Dessen. Além disso, por ser um livro em primeira pessoa, fica ainda mais fácil de entender o personagem e seus problemas, e de sentirmos "na pele" o que está sendo narrado para nós. Pam trás seus personagens para o mundo real e todo ambiente é muito bem construído, de uma forma que fica fácil imaginar as cenas e imaginar os personagens com perfeição 😤

Alina é tímida, e é o tipo de pessoa que a maioria das pessoas são na adolescência; Inseguras, tímidas, e com um desejo enorme de serem pessoas mais legais e diferentes do que foram até agora. O livro aborda, de uma forma bem forte, os problemas que podemos ter ao tentar ser o que não somos apenas para nos encaixarmos em um grupinho; Alina fez de tudo para ser uma pessoa "descolada", mas não demorou muito até que os problemas das drogas, bebidas e festas caíssem sobre sua cabeça. Então, adorei esse lado dessa reflexão no livro e acredito que ele seja uma ótima lição para quem já se viu pensando que não é legal o suficiente e que não gosta daquilo que você próprio é - Nos mostrando durante o livro que não há nada de errado em sermos o que já somos 💙

O livro é maravilhoso; Como eu disse, ao abordar temas fortes da adolescência como drogas, bullying, abusos sexuais, ele traz lições fortes e marcantes, além disso, o crescimento emocional de Alina diante dos nossos olhos é bem emocionante e é impossível não sentir uma coisinha lá no fundo do coração nas últimas páginas do livro. É o tipo de livro que você se apega fácil e quando acaba de ler, sente aquele vazio.

Então, recomendo demais esse livro da Pam; Vocês que amam Sarah Dessen, vão amar Boa noite! 💫

Então é isso pessoal!
beijos e até mais!



Você também vai amar:

1 comentários

  1. Oi, Maidy. Amei sua resenha do livro e fico com mais vontade ainda de lê-lo, infelizmente não tive oportunidade. Eu tenho um problema com essa coisa de fingir ser o que não, isso sempre me enoja e eu acabo não gostando da personagem mas espero que a leitura melhore essa pré-conceito que eu tenho.
    Beijo, http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir



Subscribe