RESENHA: Novembro, 9 de Colleen Hoover

sexta-feira, novembro 25, 2016




Novembro, 9 é o novo lançamento da Colleen Hoover, no Brasil; 😄 (Nos Estados Unidos tem mais dois livros que ainda não chegaram por aqui :'( mas a gente consegue esperar, né?) Em Novembro, 9 temos de volta todo o dom maravilhoso da Colleen Hoover de envolver o leitor, além de nos destruir emocionalmente e fisicamente e trazer uma trama cheia de tapas na cara;

Nesse novo livro, conhecemos Ben e Fallon; Fallon é uma garota filha de um grande ator e tinha todo um planejamento de carreira bem sucedida desde de criança, porém todos seus sonhos desmoronados depois que, ao visitar seu pai e o mesmo esquecer que a filha estava em casa,  a casa de seu pai pega fogo e Fallon tem todo seu lado esquerdo queimado pelas chamas. No presente, Fallon é tímida, insegura, não consegue mostrar suas cicatrizes para o mundo e se esconde atrás de seu cabelo e de suas roupas de cumpridas. 

O livro começa com Fallon em um restaurante com seu pai, exatamente no dia 9 de novembro - a data de aniversário de seu acidente - e após contar para o pai que quer voltar a ser uma atriz, ambos começam a discutir: De um lado o pai acredita que Fallon não tem o padrão das telas e que não é mais bonita, e do outro Fallon quer continuar seguindo seus sonhos. Quando Fallon menos espera, um garoto se senta a mesa e começa a fingir que é seu namorado. Fallon entra no jogo e assim toda a história dela com Ben, começa. 

Fallon, depois do encontro com seu pai, decide sair com Ben e conhecer mais sobre aquele rapaz que a ajudou; É inevitável que um não se sinta atraído pelo o outro, além de Ben toda hora se mostrar fascinado - e não assustado, como a maioria das pessoas da vida de Fallon - com as cicatrizes da garota. Só que, devido a conselhos de sua mãe, Fallon não quer namorar antes que ela saiba exatamente quem ela é e encontra si mesma, e ela acredita que terá todas essas respostas com 21 anos - 5 anos depois. Dessa forma, Fallon e Ben combinam de todos os próximos 5 dias 9 de novembro. se encontrarem naquele mesmo restaurante. uma vez por ano, e nunca conversarem além daquele dia. (Meio confusinho de entender, né? Mas é isso aí. Eles não trocam os números do celular e se bloqueiam no facebook para que eles não se encontrem na rede social. Tornando o dia 9/11 a única data em que eles possam conversar;) E Ben, por ser um escritor, diz que durante esses 5 anos vai escrever um livro sobre essa vida deles.

O livro, invés de capítulos, é separado por 9 de novembros, 5, mais precisamente; O primeiro 9/11 é esse em que a história começa e os próximos são os reencontros deles; Onde vemos o quanto cada personagem cresceu naquele um ano e é maravilhoso ver a Fallon ficando cada vez mais confiante com o passar do tempo. E sério, você acha que é um livro normal, tranquilo, calmo, MAS NÃO! Colleen é Colleen como vocês sabem, e cada nova página a história de Fallon e Ben vão se interligando mais e mais, e aí que você comece a receber um tapa-literário na cara atrás do outro. 💙

Sério, até hoje foi um dos livros da Colleen que mais me fascinaram e como eu queria saber logo o desfecho, li ele em apenas dois dias! 😍 A Fallon é maravilhosa, Ben é um daqueles personagens masculinos que dá vontade de ter com você pra vida toda, e sério, CoHo simplesmente arrasou nesse novo livro dela. Já quero tradução do It Ends With Us para ontem (que é o novo livro dela que ainda não chegou por aqui, mas eu comprei em inglês mesmo, porque eu não resisto e ela é maravilhosa)

Se você ainda não leu nenhuma livro da CoHo, aproveita esse livro lindo para começar, que você vai amar; E se você já é fã dela, como eu, saiba que nesse livro ela se superou!


Então é isso pessoal!
Beijos e até mais!

Você também vai amar:

0 comentários



Subscribe